05/04/2016

6 Dicas para Sair de um Bloqueio Criativo

lkjlikj
.
O pior termo para quem trabalha com criatividade é o tal do “bloqueio criativo”. Todos passamos por isso, mas tentamos ao máximo evitar porque sempre temos que produzir, produzir, produzir… ainda mais quando se trata de algum lugar onde prazos correm como se fossem (seilá).
Fiz esse post pensando sobre esses momentos ~lindos~ de nossas vidas. Onde o artista, redator, fotógrafo, designer e publicitários (onde o bagulho é tenso) compartilham do mesmo medo: o branco.
 .
1 – Faça algo diferente
As vezes você está tão preso àquele trabalho, está tão no meio de uma coisa, que não consegue pensar soluções simples e práticas para resolver algum problema, criar alguma “solução”. Pode ser que seu irmão, seu chefe, algum amigo chegue perto de você e diga o que deveria fazer, e é algo tão óbvio que você que estava grudado ali não conseguiu ver e só pensa “COMO NÃO PENSEI NISSO ANTES?”. Pois é… minha dica pra isso é: esfrie sua cabeça, saia e vá fazer outra coisa, volte quando achar que esteja mais ~free~, visite algum lugar, varra seu ambiente de trabalho, vá meditar, tomar um café, conversar com alguém, ir para academia, seilá.
.
2 – Procure inspiração/referências sobre o tema
Nada vem ao acaso. Muitas vezes estamos “secos”, sem inspiração e sem ideias sobre tal coisa. Uma dica valiosa é: entre no pinterest, behance, google, instagram… tem uma vasta lista de lugares onde se consegue referências. Crie uma pasta no seu computador e coloque lá imagens que encontrou, desenhos, textos… segundo o livro “Roube Como Um Artista” a melhor forma de criar é buscando inspirações, onde você vai encontrar milhões de ideias sobre um assunto e poderá misturar todo o conteúdo que encontrou pra criar algo seu. O livro diz “Tudo se baseia no que veio antes, e toda nova ideia é apenas um mashup ou um remix de uma ou várias ideias anteriores”, ressaltando que o livro confirma que “um bom roubo” é quando se há estudo sobre todas as inspirações que encontrou, onde rouba de vários artistas e não apenas de um, pois se não vira plágio. Onde transforma e onde remixa. Pesquise!
.
3 – Está se sentido uma merda?
Essa é uma dica mais voltada às pessoas freelas que trabalham em casa e esquecem de coisas básicas. As vezes estamos tão confortáveis que não pensamos que coisas simples podem nos fazer se sentir muito melhor e “acordado”. Então quando está se sentindo uma merda, o melhor a se fazer é: tome um banho, se vista (tire a calça de moletom), dê uma caminha por meia hora, saia da sua rotina… essas pequenas coisas, na minha opinião, me ajudam muito!
.
4 – Não se compare com outras pessoas, se respeite 
Muitas vezes não conseguimos produzir por questão de (inveja?) estarmos olhando algum outro trabalho que admiramos muito e pensar que nunca iremos ser tão bons~ assim. O fato é: não sabemos o tempo e/ou a “caminhada” que aquele artista teve até chegar naquele resultado, parece que imaginamos que a pessoa pensou, pegou um lápis e puf saiu ali o desenho, glamorizamos trabalhos de outros, pensando que foi fácil fazer. Não devemos nos cobrar tanto… cada um tem seu jeito, cada um tem sua arte e, mais importante, cada um tem seu tempo. Levei muito tempo até entender isso. :~
.
5 – Não esqueça do rascunho 
É um pouco óbvio, mas muitas vezes esquecemos de (eu esqueço muito) de fazer um rascunho do trabalho que vamos produzir. E isso é muito, demais, super importante! É como um “alongamento”. Colocamos nossas ideias no papel e não precisamos ser rigorosos com o resultado, pois não é o trabalho final. Podemos adicionar e tirar, sem medo, detalhes que achamos que ficará legal e/ou que no final das contas, não ficaram tão bons como pensamos que fossem ficar. Aqui vemos tudo o que vale ou não a pena tirar, para depois no trabalho final, termos uma ideia mais “clean”, mais organizada do que será feito a seguir. O rascunho não precisa ser bonitinho, basta entender.
 .
6 – Seu ambiente de trabalho é sua mente
Meu pai sempre diz isso… quer saber como anda sua mente? Dê uma olhada como está seu ambiente de trabalho, seu quarto, seu cantinho. Eu sempre teimei muito com isso (bagunceira), mas acabei vendo que é a mais pura verdade. Não consigo produzir direito quando meu canto está uma bagunça, parece que eu estou uma bagunça também. Tento sempre dar uma arrumada agora, varrer, tirar o pó… outra coisa que ajudar a dar um up, na minha opinião, são plantinhas! Comecei esse ano há prestar atenção nelas e, meu ambiente está muito melhor! Parece que dá um ar fresco, uma companhia gostosa, não sei explicar. Essa organização além de melhorar seu trabalho, melhora seu estado de vida.
.
Estava passando por um momento ruim aqui, era bloqueio criativo misturado com problemas emocionais. Não consigo produzir quando estou irritada ou com algum problema… estou tentando repelir aos poucos tudo de ruim em volta, para voltar a ser quem eu era e voltar com meu gosto e ideias malucas para trabalhos.
.
vdsf
.
Essas são algumas dicas minhas, que na minha opinião, funcionam! Se você tiver outras, por favor, deixe nos comentários. Dicas para esse tipo de situação, nunca são demais.
Espero que vocês tenham gostado.♥

Deixe um comentário

6 Respostas para "6 Dicas para Sair de um Bloqueio Criativo"

Camila Herrmann
05-04-2016 @ (14:44)

Oi Cá! Curti muito as dicas. Ando fazendo dupla jornada pra dar conta de trabalho/freela/projetos pessoais e em muitos momento dá aquela ~travada no Nintendo~ que simplesmente a gente não sai do lugar.

Vou tentar aplicar algumas (senão todas) essas dicas pra ver se saio do lugar!
Um beijo!


Paloma
05-04-2016 @ (16:22)

Oláa!
Primeira coisa: teu blog/trabalho é incrível, eu sempre venho por aqui e esqueço de deixar um comentário haha Mas hoje não passará em branco!

Adorei todas as dicas e são muito uteis. A coisa que mais faço quando bate um bloqueio é fuçar o pinterest ou o tumblr, por horas. Costuma funcionar <3

Um beijoooo


camila
06-04-2016 @ (20:00)

Muito obrigada pro deixar um comentário, Paloma! Fico muito feliz por gostar de vir aqui. 😀 Pinterest é vida né? Adoro o Behance também! Sempre acho coisas linnnndas.
Um beijo e volte sempre!


Emmy
05-04-2016 @ (19:56)

Ótimo, adorei o post. Algumas dicas dessas já abordei num post que fiz sobre isso há um tempo XD Essa de não se comparar é essencial. Pra quem tá no bloqueio, desinspirado, se sentindo merda, pior coisa é começar a olhar o trabalho *fodástico* dos outros e comparar com seu. É aí mesmo que o troço não sai ahuehuahe (experiência própria). Essa dica 3 é bem verdade. Quando me sinto meio “bicho do mato” (pq fico sozinha o dia todo, então, imagina), tomo um banho, arrumo o cabelo, me maquio, e coloco uma roupa legal, aí vou trabalhar XD Me sinto muito mais produtiva assim. E não tinha parado pra analisar, mas é fato, sim sim.


camila
06-04-2016 @ (20:04)

Essa de se comparar é horrível, né? Ainda faço isso, rs. Aí tu entra no devianArt e chora. D: Comecei a me arrumar um pouco agora haha, antes de pensar nesse post e sobre o assunto, sempre ficava de pijama e com os cabelos bizarros todos os dias! Aí ficava muito pra baixo. As vezes dá aquela preguicinha e ok, mas ajuda muito dar um ~up.


Ketllyn Fernandes de Deus
19-04-2016 @ (18:08)

Olá Camila. Conheço seu trabalho há cerca de um ano e meio (desde que deixei a redação de um jornal para me arriscar nesse mundo da ilustração) e todas essas dicas são fundamentais para sacudirmos a poeira e seguir com nossos trabalhos. Pena que demorei um tempinho para descobrir que o tal bloqueio existia, rsrrsrsrs. Agora, quando percebo sua aproximação, já consigo ludibriar. Às vezes funciona, outras não. Outra coisa que me ajuda é ouvir músicas novas, conhecer novas bandas, enfim, ouvir músicas pela primeira vez. Parabéns pelo trabalho. Caso tenha um tempinho me visite na http://www.facebook.com/deaquarela <3 Ah, gostei muito também do post sobre atualidades e desabafos. Estou no mesmo time que você, mas confesso que andei espalhando uns postzinhos contra um determinado político, rsrsrs. Vícios do jornalismo político com o qual trabalhei alguns anos. Mas valeu a reflexão a que vc me levou!


Camila Averbeck - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017